Aumento de 46% nas compras online em Portugal

Conveniência, variedade e preços mais baixos são apenas alguns dos benefícios que os portugueses continuam a ter ao comprar online.

 

Segundo um conteúdo publicado no Jornal de Notícias, durante o período de 15 de janeiro a 28 de fevereiro, as compras online em Portugal subiram 46%. Esse valor mostra a importância que as lojas online têm ganho na vida dos portugueses.
Mas quais as possíveis razões para o aumento desse número? Vamos partilhar alguns dos benefícios mais comuns associados às compras online para que se junte a esta tendência – se ainda não o fez.

 
 

Quais os benefícios mais comuns das compras online?

  1. Conveniência
    A possibilidade de fazer as suas compras em qualquer lugar, a qualquer hora e com toda a facilidade possível é um dos maiores benefícios de comprar online. Em algumas lojas online, com apenas alguns cliques, pode ter a sua encomenda em casa em 24 horas.
    As lojas online não lhe permitem poupar apenas tempo com as compras, mas também com a pesquisa de preços e promoções. Antes de fazer as compras, pode analisar as promoções em vigor nas suas lojas preferidas, usando a plataforma de referência em folhetos online em Portugal, Kimbino.
    Vamos dar-lhe um exemplo concreto. Caso queira melhorar o aquecimento da sua casa, o folheto da Leroy Merlin produtos tem diversas promoções em produtos de aquecimento. Com apenas alguns cliques, terá acesso a dezenas de produtos! Tem opções de aquecimento a gás a partir de 59,99€ e lareiras elétricas a partir de 32,99€.
    Claro que com os folhetos online, conseguirá fazer uma comparação de produtos, podendo escolher o melhor produto ao melhor preço.
  2. Variedade de Produtos
    Ao fazer compras em estabelecimentos físicos, terá acesso a uma gama de produtos limitada. Pelo contrário, no online, terá acesso a uma maior variedade de produtos, principalmente se fizer uma comparação entre diferentes lojas.
    Além disso, conseguirá saber qual a experiência de outros consumidores com o mesmo produto, através dos comentários deixados nas páginas das redes sociais ou do próprio produto. Esta partilha não é possível em lojas físicas.
  3. Preços mais baixos
    O mesmo produto pode ser vendido a um preço no estabelecimento físico e a um preço mais baixo na loja online.
    Mas porque alguns produtos são mais baratos no meio online? Isso acontece porque alguns negócios, ao investirem em lojas online, encerram os estabelecimentos físicos, resultando numa diminuição dos gastos.
    As lojas online também costumam ter mais cupões de desconto e códigos promocionais. Novamente, o resultado será uma diminuição do preço da compra.
    Em alguns casos, mesmo com custos de entrega associados, as compras ficam mais baratas. No entanto, o nosso conselho é comprar mais produtos numa mesma compra, para que aproveite os custos de entrega. Outra opção é comprar em conjunto com amigos ou familiares.
  4. Opção cada vez mais segura
    Se antigamente comprar online era uma atividade pouco segura, hoje em dia existem cada vez mais formas de sentir segurança na compra. Para começar, o feedback deixado por outros consumidores é, só por si, uma forma de segurança.
    A nível de pagamentos, a MB Way é uma das opções mais seguras, já que é criado um cartão único – com dados únicos – com limite de consumo. Este novo ano também trouxe mais novidades a nível de segurança nas compras online que podem ser encontradas neste conteúdo.

Mas afinal, as compras online vieram para ficar?
Esta ainda é uma questão à qual não se consegue responder, embora o comportamento dos consumidores mostre boas perspetivas futuras. Num conteúdo da Tudo sobre eCommerce, algumas das conclusões são que no futuro:
Os compradores vão estar cada vez mais envolvidos no mundo das compras online;
⦁ Haverá um aumento do uso de dispositivos móveis no processo de compra em lojas online;
⦁ Maior uso de opções de pagamento como a Paypal e os cartões virtuais;
⦁ Aumento de compras nacionais;
⦁ Maior interesse por parte dos empreendedores na abertura de lojas online;

E não fica por aí!

 
 

Mas, para que tal seja possível, será necessário continuar a aumentar o leque de benefícios dos consumidores. Se neste momento se tem aspetos como a conveniência, a variedade de produtos, os preços mais baixos e o estar a tornar-se uma opção mais segura, no futuro esperam-se muitos outros pontos de destaque.

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...