Braga activa Plano de Contingência para Pessoas em Situação de Sem-Abrigo devido ao frio

O Município de Braga vai activar o Plano de Contingência para Pessoas em Situação de Sem-abrigo no nível Amarelo devido à previsão de tempo frio, nomeadamente de temperaturas mínimas que podem variar entre os 0ºC e os -2ºC, com especial incidência entre os dias 2 e 6 de Janeiro. 

 
Braga

A activação deste plano prevê a manutenção do Centro de Alojamento de Emergência (CAE) em paralelo com a Zona de Concentração e Apoio à População (ZCAP) para pessoas em situação de sem-abrigo no âmbito da pandemia COVID-19; a ativação de Equipas de Rua; e a manutenção da segurança do CAE. 

 
 

Este Plano estará em vigor entre as 19h00 de hoje, 2 de Janeiro, e as 09h00 do dia 07 de Janeiro. Após este período inicial e às 12:00 horas do dia 07 de janeiro, será feita atualização da previsão meteorológica e decidido o eventual prolongamento do presente acionamento. 

Recorde-se que o Plano de Contingência para Pessoas em Situação de Sem-Abrigo tem por objetivo definir e descrever a estrutura de coordenação das ações de resposta de âmbito municipal, respetiva gestão operacional, bem como a forma como são mobilizados e ativados os recursos existentes de apoio à população de pessoas em situação de sem-abrigo face à ocorrência de períodos de frio. 

 
 

Em situações críticas, nomeadamente condições meteorológicas adversas como as que se verificam, as pessoas em situação de sem-abrigo encontram-se mais vulneráveis e eventualmente mais recetivos às propostas de ajuda e encaminhamento institucional. 

As ações de resposta aos efeitos e consequências decorrentes do tempo frio, devem ser tomadas em tempo oportuno e em conformidade com a avaliação da situação do estado do tempo e previsão da sua evolução a concertar entre o IPMA e a Divisão Municipal de Proteção Civil (DMPC). 

 

Na iminência ou ocorrência de tempo frio, que coloque em risco a vida da população de pessoas em situação de sem-abrigo, são de imediato tomadas medidas de contingência, por parte das diversas entidades competentes da Câmara Municipal de Braga, através da Divisão de Proteção Civil e do Gabinete de Ação Social, que desencadearão as ações previstas em articulação com os restantes organismos e instituições que concorrem para o Plano em questão. 

Comentários

comentários