Braga renova adesão ao programa das Nações Unidas para Redução do Risco de Catástrofes

No Dia Internacional para a Redução de Catástrofes, que se celebra esta Quarta-feira, 13 de Outubro, o Município de Braga, através da Divisão de Proteção Civil, acaba de ver renovada a adesão ao programa das Nações Unidas para a Redução do Risco de Catástrofes intitulado “Making Cities Resilient”.

 
Proteção Civil

Recorde-se que Braga aderiu a esta iniciativa em 2019, tendo sido promovidas diversas medidas direcionadas à prevenção e mitigação de riscos coletivos das quais se destacam a criação de Unidades Locais de Proteção Civil e o reforço das competências e da capacidade operacional da Divisão de Proteção Civil.

 
 

O Município procedeu ainda à adoção de procedimentos regulares de comunicação e informação publica, à elaboração e implementação de medidas de autoproteção para os edifícios públicos, com especial relevo para as escolas, assim como o reforço da cooperação institucional entre entidades.

O Dia Internacional para a Redução de Catástrofes, deliberado em 1989 pela Assembleia Geral das Nações Unidas, pretende consciencializar os decisores políticos e os cidadãos para a implementação de políticas públicas que evitem ou mitiguem a ocorrência de catástrofes, numa perspetiva de prevenção e redução de danos humanos e materiais, diretamente causados pela ocorrência de desastres naturais.

 
 

Ações de sensibilização sobre prevenção

A Divisão de Proteção Civil do Município de Braga e a Cáritas Arquidiocesana de Braga, no âmbito do projeto ‘MakeBraga CDLS-4G”, estão a desenvolver a iniciativa 4Braga, que visa apoiar as comunidades Bracarenses na sua auto-organização, prevenção de riscos e capacidade de resposta face a uma situação emergencial.

 

No âmbito desta iniciativa, serão realizadas ações junto das comunidades sobre medidas de prevenção e de atuação em diversas situações, incluindo em caso de incêndio, cheias, falhas de eletricidade, acidentes domésticos, vagas de frio e de calor.

O desenvolvimento destas ações contará com a colaboração de diversas entidades com relevância para os temas a abordar, numa ótica de trabalho em rede e de proximidade à população.

 

Mais informações sobre esta iniciativa, incluindo a possibilidade de realização de ações na comunidade, podem ser obtidas através da Cáritas (MakeBraga CLDS-4G – clds4g.caritas@makebraga.pt) e da Divisão de Proteção Civil (protecao.civil@cm-braga.pt).

Comentários

comentários

Você pode gostar...