Cabeceiras de Basto destruiu 151 ninhos de vespa asiática

O Serviço Municipal de Proteção Civil, desde o início de julho de 2020, identificou e destruiu no concelho de Cabeceiras de Basto 151 ninhos de vespa velutina, conhecida por vespa asiática. Do total dos vespeiros, 69 localizavam-se em edificações ou em zonas adjacentes às mesmas.

 
Vespa asiatica

Note-se, a este respeito, a importante colaboração da maioria dos presidentes das Juntas de Freguesia na localização dos ninhos.
No processo de destruição dos ninhos, o Serviço Municipal de Proteção Civil têm definida como prioridade a destruição junto às habitações e nas imediações destas, em segundo lugar os ninhos que ponham em causa a apicultura, seguindo-se as restantes situações.

 
 


A aquisição de novos produtos e equipamentos para combater a vespa velutina, com especial destaque para o equipamento de proteção individual e para a vara extensível de 25 metros com sistema impulsor de um biocida homologado, permitiu ao Serviço de Proteção Civil efetuar o combate durante o período crítico de incêndios, o qual limita a utilização de fogo em espaços rurais. A destruição dos ninhos instalados nas copas das árvores mais altas foi efetuada com recurso à utilização de plataforma elevatória com cesta.
No próximo ano de 2021 o combate à vespa velutina será complementado com a implementação de uma rede de armadilhas dispersas pelo concelho, de forma a atuar mais precocemente na deteção e erradicação deste inseto invasor.

Comentários

comentários