Fafe assina protocolo para reabilitar as margens do rio Vizela

O Presidente do Município de Fafe, Raul Cunha, assinou um protocolo de colaboração com a Agência Portuguesa do Ambiente.

 

A assinatura aconteceu na sessão da apresentação pública dos projetos de reabilitação e valorização fluvial no âmbito da Assistência da Recuperação para a Coesão e os Territórios da Europa (REACT-EU), em Coimbra, com a presença do Ministro do Ambiente e do Primeiro Ministro, António Costa.

 
 

O protocolo prevê intervenções para reabilitar as margens do rio Vizela, desde a nascente à sua foz, que consistem na consolidação e renaturalização de margens do rio, no corte e limpeza de vegetação e trilhos ecológicos.

A Reabilitação das margens dos Rios Ave e Vizela, desde a nascente à foz, abrange os concelhos de Felgueiras, Fafe, Vizela, Guimarães, Vila Nova de Famalicão, Santo Tirso e Trofa, e tem um investimento previsto de 9 milhões de euros.

 
 

O Presidente da Câmara de Fafe, Raul Cunha, sublinhou “o investimento a nível nacional que Fafe vai agora aproveitar e executar da melhor maneira, permitindo realizar, para além do projeto há muito ambicionado de criação do “corredor verde” da cidade, também a recuperação das margens do Rio Vizela e seus afluentes, desde a nascente à foz.”

“Este é um reforço e uma mais valia que se soma ao trabalho que a Câmara tem dedicado à preservação do ambiente e à conservação da natureza”.

 

Raul Cunha recordou “o galardão atribuído à Albufeira da Queimadela ao receber a Bandeira Azul, que prova a preponderância e o sucesso das políticas ambientais do Município”.

A Reabilitação da Rede Hidrográfica envolve 55 Municípios, contempla a intervenção em 150 quilómetros de linhas de água e tem um investimento total de 50 milhões de euros.

 

Comentários

comentários

Você pode gostar...