GNR apreende armas em processo de violência doméstica em Cabeceiras de Basto

O Comando Territorial de Braga, através do Posto Territorial de Cabeceiras de Basto, ontem, dia 6 de abril, constituiu arguido um homem de 59 anos por posse de arma proibida e apreendeu diversas armas no âmbito de um processo de violência doméstica, no concelho de Cabeceiras de Basto.

 
GNR

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que um homem de 37 anos, filho do indivíduo constituído arguido, ameaçava, injuriava e coagia a vítima, sua companheira de 36 anos. No decorrer das diligências policiais foi dado cumprimento a um mandado de busca domiciliária, onde se constatou a existência de diversas armas na casa do agressor e do seu pai, resultando na apreensão do seguinte material:

 
 
  • Uma pistola transformada de calibre 6,35 mm;
  • Sete caçadeiras de calibre 12;
  • Uma arma de ar comprimido;
  • Diversas munições de diferentes calibres.

Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Guimarães.

Comentários

comentários

 
 

Você pode gostar...