GNR detém mulher por crime de perseguição na Póvoa de Lanhoso

O Comando Territorial de Braga, através do Posto Territorial de Povoa de Lanhoso, na terça-feira, dia 23 de novembro, deteve uma mulher de 59 anos pelo crime de perseguição, no concelho de Braga.

 
GNR
Imagem Ilustrativa

No seguimento de uma investigação que decorria desde outubro, foi possível apurar-se que a suspeita, através das redes sociais e presencialmente, perseguia, ameaçava, coagia e injuriava uma mulher de 30 anos, residente no concelho da Póvoa de Lanhoso, sendo que esta situação se estendia ao agregado familiar da vítima, nomeadamente ao seu marido e aos dois filhos menores. 

 
 

No seguimento da investigação foram realizadas duas buscas domiciliárias e duas em veiculo, tendo ainda sido dado cumprimento a um mandado de detenção. Foram ainda apreendidos dois telemóveis e um computador portátil.

A detida foi presente ao Tribunal Judicial da Póvoa de Lanhoso, tendo sido aplicadas as medidas de coação de apresentações diárias no posto policial da área de residência e proibição de contato, por qualquer meio, com os visados no processo.

 
 

Comentários

comentários

Você pode gostar...