Legislativas 2022: PS aponta o mar como um capital forte para potenciar o território

José Luís Carneiro, cabeça de lista do PS pelo círculo eleitoral de Braga às Eleições Legislativas de 30 de janeiro, reuniu esta tarde com a Associação dos Pescadores Profissionais do Concelho de Esposende. Nesta visita acompanharam-no Teresa Coelho, que exerce atualmente funções como Secretária de Estado das Pescas, e os também candidatos Joaquim Barreto, Hugo Pires, Luís Soares, Eduardo Oliveira, Tito Evangelista e Hugo Teixeira.

 
ps

As maiores preocupações dos pescadores do concelho são o assoreamento na foz do rio Cávado e a destruição da restinga. Os deputados do distrito eleitos pelo PS têm lutado por esta causa e assumem que “está aprovado politicamente. O processo está em vias de ser desbloqueado, pendente dos serviços desconcentrados do Ministério do Ambiente e do Mar e do entendimento entre a doca de pesca e o ICNF. O território nacional, pela sua posição geográfica, é particularmente vulnerável aos efeitos das alterações climáticas. Este é um problema que reconhecemos noutros locais e, por esse motivo, pretendemos na próxima legislatura, no uso das nossas competências, diligenciar para a execução de um plano plurianual de dragagens e de monitorização de infraestruturas marítimas dos portos pequenos, no sentido de manter as condições de operacionalidade e segurança aos níveis adequados”, referiu Joaquim Barreto.

 
 

José Luís Carneiro explicou aos pescadores que o Partido Socialista continuará a apostar no potencial do Mar “aumentar a atratividade do setor das pescas, continuando a aposta na investigação e conhecimento dos stocks de pescado e sua evolução, com vista a uma pesca sustentável e de longo prazo, reforçando a utilização de artes de pesca seletivas e biodegradáveis, é uma prioridade, assim como a renovação das frotas, prevista no próximo quadro de apoio comunitário”.

Hugo Pires referiu, na sua intervenção, que o PS pretende prosseguir a renovação do Simplex do mar, “ampliando a desmaterialização de procedimentos no acesso às atividades no mar, através da utilização do Balcão Eletrónico do Mar e Sistema Nacional de Embarcações e Marítimos”.

 
 

José Luís Carneiro terminou a visita garantindo que “o PS não deixa ninguém para trás. Olhamos para o país da floresta ao mar. E valorizamos o nosso território e as nossas gentes” .

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...