O que é ser fotógrafo em estado de emergência

Com este segundo confinamento e com o encerramento das portas ao público, várias foram as empresas e estabelecimentos que encerraram as suas portas. Cada um à sua maneira tenta reinventar as suas atividades e a sua forma de trabalhar.

 
Paulo Magalhães @ fotovip

Há trabalhos que são impossíveis de serem realizados presencialmente e esse é o real problema deste confinamento.

 
 

Para entender melhor este problema, falamos com Paulo Magalhães, CEO da Foto Vip Produções Audiovisuais, que nos falou um pouco sobre o que tudo isto acarreta para o dia-a-dia e quais os principais problemas e possíveis soluções da Foto Vip.

“Ser fotógrafo neste tempos é acreditar num futuro mais risonho, visto termos o nosso trabalho fora de portas parado há um ano. Não há casamentos, não há batizados, não há eventos. Ou porque o governo assim o quer, ou porque as pessoas têm medo e preferem adiar as suas datas.”

 
 

Para uma empresa sobreviver nestes tempos, as empresas têm de se adaptar a cada situação específica e que, semana após semana, as regras são alteradas.

“Para minha proteção e proteção dos meus clientes, decidimos encerrar o estabelecimento e trabalhar totalmente online. Estamos ativos nas redes sociais e todos os clientes que precisam dos nossos trabalhos entram em contacto connosco pelo nosso website ou redes sociais como Facebook e Instagram e todo o processo desde o acompanhamento até à entrega será feito da forma mais segura possível.”

 

Atravessamos um momento muito complicado, mesmo com o início da vacinação, os casos da Covid-19 não param de crescer. Muitas são já as datas alterada mais de 5 vezes.

“A minha função quando me pedem para alterar e/ou adiar a data, com base na situação pandémica que vivemos, é compreender o lado do meu cliente, ajudá-lo a encontrar uma data que seja adequada às duas partes pois o mais importante é preservar a saúde de todos e depois fazer com que o dia dos nossos clientes seja único e marcante pelos melhores motivos.”

 

Os eventos de maior dimensão estão a ser alterados para o segundo semestre de 2021, mas a maioria dos eventos estão sendo alinhados em novos formatos e algumas vezes até com dois turnos de festa. Os eventos estão todos mais intimistas e para menos convidados e a maioria procura espaços abertas com grandes jardins.

“Espero que estejam todos bem e com saúde que é o principal, pois nada justifica todo o resto. Que se mantenham seguros e com esperança num futuro melhor. Aproveito a oportunidade para agradecer a todos que durante toda esta situação pandémica não deixam de nos procurar para fazer os seus trabalhos e confiarem no nosso profissionalismo. Uma palavra de apreço aos nossos colaboradores e fornecedores que também eles sofrem com esta situação Pandémica.
Continuamos sempre deste lado, online, à espera que nos enviem os vossos pedidos, quer por mensagem quer pela nossa loja online. Porque o desejo de servir não muda.”

Para conhecer mais sobre a Foto Vip visite: https://www.fotovip.pt/

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...