Populares travam ladrão que assaltou e agrediu idosa na Póvoa de Lanhoso

Um assaltante de 46 anos foi travado pela população da Póvoa de Lanhoso quando tentava fugir de um assalto que acabara de consumar na casa de uma mulher de 88 anos, este sábado de manhã, noticiou o JN na sua edição Online.

 
GNR
Imagem Ilustrativa

Pelas 10.30 horas, o ladrão invadiu a casa da idosa, na vila da Póvoa de Lanhoso. No interior da casa, agrediu-a com um pau e ameaçou-a com uma faca, tendo-lhe roubado dois anéis em ouro. À saída, o ladrão deparou-se com um grupo de pessoas que o esperava para o apanhar e, quando tentou fugir, acabou intercetado pela população.

 
 

A GNR foi rápida a chegar e encontrou o ladrão manietado por populares. Os militares conseguiram recuperar os dois anéis que tinham acabado de ser roubados à idosa. Estavam escondidos no forro do casaco do ladrão. O homem foi detido e encontra-se nas instalações do posto da GNR da Póvoa de Lanhoso. Deverá permanecer detido até ser presente ao juiz de instrução criminal, na segunda-feira.

Um dos populares ainda ficou ferido numa mão e teve de ser transportado para o Hospital de Braga, pelos Bombeiros da Póvoa de Lanhoso, mas foi considerado ferido ligeiro e deverá ter alta hospitalar durante o dia de hoje. Os Bombeiros da Póvoa de Lanhoso também prestaram assistência à idosa no local, na sequência das agressões que sofreu durante o assalto.

 
 

JN

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...