UMinho inaugura Casa do Conhecimento em Braga

A Universidade do Minho (UMinho) vai inaugurar amanhã, sexta-feira, dia 26 de novembro, pelas 18h00, a Casa do Conhecimento (CdC) do Largo do Paço.

 
Universidade do Minho

Esta Unidade Cultural da UMinho constitui-se como uma ligação da Universidade ao território, integrando, até ao momento, nove Casas do Conhecimento dos municípios de Vila Verde, Paredes de Coura, Vieira do Minho, Fafe, Boticas, Montalegre, Trofa, Ponte da Barca e Valongo.

 
 

Presentes na sessão de inauguração estarão o reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro, a vice-reitora para a Cultura e Sociedade, Manuela Martins, e o diretor da Casa do Conhecimento da UMinho, José Gabriel Andrade.

Está prevista na cerimónia uma sessão de debate e partilha de experiências que juntará os representes das Casas do Conhecimento, os conselheiros consultivos da CdC, os representantes das Unidades Orgânicas de Ensino e Investigação da UMinho e o reitor e vice-reitora da UMinho.

 
 

Criada há 10 anos, a RCdC tem como objetivo sensibilizar e envolver as comunidades locais em desafios como a participação, aprendizagem, criatividade e experimentação tecnológica, potenciando o desenvolvimento económico-social e o empreendedorismo de base local.

Hoje, está presente em 13 espaços: nos campi de Gualtar (Braga) e Azurém (Guimarães); Boticas; Fafe; Montalegre; Paredes de Coura; Trofa; Valongo; Vieira do Minho; Vila Verde; Ponte da Barca e, a título experimental, em Díli (Universidade Nacional de Timor-Leste), e mais recentemente na Universidade de Évora, com quem a UMinho tem vindo a desenvolver o projeto e-Civitas, que visa a expansão inter-regional da RCdC para a região do Alentejo e onde, brevemente, se constituirá a RCdC Alentejo.

 

Este novo polo a ser inaugurado materializa uma aposta continuada feita pela UMinho que, em 2019, transformou um projeto agregador numa Unidade Cultural, dotando a mesma de mais um espaço (o terceiro em edifícios da UMinho), concretizando assim o desígnio de “abrir o Largo do Paço à comunidade”.

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...