Vereadores do PS de Vieira do Minho votaram contra Plano e Orçamento de 2022

Em reunião de Câmara realizada na passada quarta-feira, 17 de novembro, os vereadores do Partido Socialista votaram contra Plano e Orçamento para 2022 apresentado pela maioria PSD.

 
vereadores ps
DR

Em nota enviada à nossa redação, os vereadores do PS, consideram que o Plano de Atividades e Orçamento da Câmara Municipal de Vieira do Minho para 2022,” apresentado pela maioria PSD, reflete a falta de planeamento estratégico para o nosso concelho.” O voto contra dos vereadores do Partido Socialista teve por base os seguintes factos:

 
 
  • A não criação do Fundo Municipal das Freguesias (FMF) que permitiria duplicar as verbas que as juntas de freguesia recebem atualmente;
  • A verba a transferir para as Juntas de Freguesia representar apenas 2,49% do Orçamento para 2020. Para além de muito curta (apenas 479.000€), apenas metade desta verba será destinada a investimento;
  • As infraestruturas básicas, como o saneamento e a rede de água, não serem uma prioridade neste Orçamento, ficando uma vez mais adiadas. A Câmara vai investir apenas 135.000 € em saneamento básico e uns míseros 10.000€ na rede de abastecimento de água, quando se sabe que a rede municipal de abastecimento de água é, a nível nacional, uma das que mais perdas apresenta por roturas;
  • As despesas com o pessoal serem muito elevadas representando 23,9% da despesa total, ou seja, praticamente um quarto do orçamento. Isto revela um orçamento gastador, próprio de uma Câmara Municipal sem um rumo para o desenvolvimento de Vieira do Minho.
  • O empréstimo de 669.000 €, que é proposto contrair em 2022, confirmar que, se não for através de fundos comunitários, a Câmara Municipal de Vieira do Minho não tem capacidade de investimento e precisa de recorrer ao crédito bancário.

Comentários

comentários

Você pode gostar...