Vieirense Manuel Simões um dos investigadores mais citados do mundo pelo 2º ano consecutivo

Manuel Simões, natural da freguesia de Vilar Chão, no concelho de Vieira do Minho,  investigador sénior do Laboratório de Engenharia de Processos, Ambiente, Biotecnologia e Energia (LEPABE) da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), desde 2008,, é um dos 12 cientistas portugueses – dez dos quais a trabalhar em Portugal – que integram o exclusivo grupo dos Highly Cited Researchers, e tem vindo a estudar diferentes bactérias, fungos e microorganismos para fins farmacêuticos.

 
Manuel Simões

Segundo compilação da Highly Cited Researchers 2021 da Clarivate, uma empresa especializada em gestão de informação científica, Manuel Simões foi citado 8696 vezes e possui 199 publicações.

 
 

“A review of current and emergent biofilm control strategies” è a publicação de Manuel Simões com mais citações a nível mundial, com 692, seguindo-se a “Antibacterial Activity and Mode of Action of Ferulic and Gallic Acids Against Pathogenic Bacteria” com 448 citações.

A Highly Cited Researchers reconhece, anualmente, os cientistas mais influentes a nível mundial, com base no número de citações das respetivas publicações pelos seus pares. Esta lista de cientistas foi apurada entre um total de 6602 cientistas que se encontram referenciados no repositório Web of Science, o maior indexador mundial de informação científica. 

 
 

Manuel Simões foi considerado um dos investigadores mais citados do mundo já por duas vezes, no ano 2020 e 2021.

Para Manuel Simões, professor associado com agregação do Departamento de Engenharia Química (DEQ) da FEUP e membro do Laboratório de Engenharia de Processos, Ambiente, Biotecnologia e Energia (LEPABE) da FEUP, “é uma confirmação relativamente à edição do ano passado, quando foi o único representante da Universidade do Porto.” A sua investigação incide fundamentalmente no estudo de biofilmes, no desenvolvimento de estratégias antimicrobianas para o controlo do crescimento microbiano e na área da engenharia de bioprocessos.

 

A Universidade do Porto é a instituição portuguesa mais representada no índice “Highly Cited Researchers” 2021, elaborado pela Clarivate Analytics.

Comentários

comentários

 

Você pode gostar...